Pular para o conteúdo principal

DICA DO DIA

QUANDO NASCE UM ROMANCE (paginas 12-14) 185 paginas

cont....


A casa tinha quatro cômodos, banheiro, sala, cozinha e uma pecinha minúscula que deveria ser o quarto, que estava servindo de depósito. Tudo que deveria ser organizado, arrumado, que poderia ter alguma utilidade, ia sendo guardado naquela peça. Para o dia que eu resolvesse organizar minha vida.

De novo o aluguel estava atrasado. Puxei a descarga e vi a água se misturando com minha urina cor de ouro descer pelo buraco do vaso, a louça do vaso branca tinha uma mancha amarelada de urina. Já ouvi dizer que Coca-Cola é uma boa para desentupir os encanamentos, caixa de gordura, sanitário e tudo mais. Baixei a tampa do vaso enquanto a caixa d’água da descarga enchia, fui para a frente do espelho e fiquei me admirando. Tinha um charme especial, rosto de bom garoto com olhos de encrenqueiro, meu cabelo escuro e pele clara dava o toque, sempre gostei de me vestir de forma básica, camiseta, Jeans, jaqueta, tênis. O básico dos básicos. Tinha algumas camisetas brancas e algumas pretas, todas lisas, nunca gostei de estampas e outras cores. E a famosa áurea de escritor que nunca escreveu nada, nada que pudesse ser publicado, que tivesse algum valor. Eu apenas sabia que um dia ia acontecer.

Estava com a impressão que o telefone ia tocar de novo. O som que vinha da rua que estava me dando nostalgia agora me criava certa angústia e ia ficando a cada minuto mais forte. Posso ter ficado louco! - Gritei. Foi um grito dentro da minha cabeça que não interferiu no tic-tac do relógio, mas mesmo assim não me sentia seguro e muito menos à vontade comigo. Tinha a impressão que todo mundo podia escutar os meus pensamentos. Voltei para sala e fiquei andando, procurando o que fazer, passava a mão pelos livros espalhados, folheava algumas páginas, mas não tinha vontade de ler. Sentei na minha cadeira em frente ao computador, dei uma olhada no que estava na mesa, encontrei um pedaço de sanduíche que já estava     há alguns dias debaixo de uma conta de luz. Comi o sanduíche, ainda estava gostoso. Levantei e fui até a porta e dei uma olhada pelo olho mágico, não tinha nenhuma mágica. Voltei em direção da mesa, me curvei e encontrei uma garrafa de vinho dentro da lixeira ao lado da mesa, um bom vinho. Nem tudo que é caro é bom, e nesta mesma lógica, aquele era um bom vinho barato. Meia garrafa de vinho é tudo que um homem precisa para começar a ver a vida com uma perspectiva melhor. Fiquei sentado no sofá ao lado do telefone, esperando a próxima ligação. Bebendo e admirando a obra de arte que a umidade e o mofo estavam fazendo nas paredes. Tinha uns desenhos interessantes de mofo misturado à tinta que ia se desprendendo das paredes. Na parede do fundo, formou uma silhueta que lembrava o colo de uma mulher que deveria ter boas ancas, parecido com aquelas fotos preto & branco dos anos 1920 ou 1930. Não sei bem a época, mas aquelas mulheres com curvas generosas, deliciosamente sensuais e volumosas. Quase voltei a adormecer, fiquei cochilando no sofá.


....cont....



compre aqui na amazon.com.br



Ofertas:

Postagens mais visitadas deste blog

"Eu nunca o vi bêbado" - uma entrevista com o editor de Bukowski (RARIDADE)

John Martin foi o editor de Bukowski durante grande parte de sua carreira, e é por isso que você agora sabe quem é Buk e você o ama ou odeia. Foi o que ele nos contou sobre sua conta.





Bukowski e sua esposa Linda. Fotos via Getty Images

Seja qual for a sua opinião de Bukowski - que você acredita que um niilista talentoso que só pensou em beber e foder, a voz de uma geração, ou um pouco de ambos - é inegável que era uma figura fundamental na história literária de Los Angeles. Por esse motivo, quando faz alguns anos trabalhamos no número do programa (o tema de Hollywood), decidi entrar em contato com John Martin, o editor de Bukowski. No final, a entrevista não foi publicada e permaneceu no rascunho até alguns dias atrás, quando decidimos publicá-la.


Se existe uma pessoa viva que pode dizer que conheceu o verdadeiro Charles Bukowski, essa pessoa é Martin. Martin foi o editor de Bukowski durante grande parte de sua carreira, e é por isso que você agora sabe quem é Buk e você o ama ou odei…

Exclusive Stephen King Interview - Entrevista exclusiva de Stephen King

Stephen Edwin King (born September 21, 1947) is an American author of contemporary horror, suspense, science fiction and fantasy. His books have sold more than 350 million copies[2] and many of them have been adapted into feature films, television movies and comic books. King has published fifty novels, including seven under the pen name Richard Bachman, and five non-fiction books. He has written nearly two hundred short stories, most of which have been collected in nine collections of short fiction. Many of his stories are set in his home state of Maine. King has received Bram Stoker Awards, World Fantasy Awards, British Fantasy Society Awards, his novella The Way Station was a Nebula Award novelette nominee,[3] and his short story "The Man in the Black Suit" received the O. Henry Award. In 2003, the National Book Foundation awarded him the Medal for Distinguished Contribution to American Letters.[4] He has also received awards for his contribution to literature for his …

fundo transparente para criar imagem PNG

---------------------------------------------------------------- ------------------------------------------------------------------ passe o mause em cima da parte branca entre as duas linhas tracejadas , clique com o botão direito do mause  e copie o fundo transparente para criar imagem PNG
Criar e imprimir cartão de visita e flyer