Pular para o conteúdo principal

DICA DO DIA

poemas antigos

Encontrei alguns poemas perdidos de uma época em que eu participava de coletâneas e concursos literários.  Hoje eles parecem muito distantes da maneira como venho trabalhando a poesia. Vou postar aqui apenas como registro de outra época. Estes poemas têm mais de 12 anos. São poemas fruto do subconsciente e de boas garrafas de vinho barato. heheh

Destino
As aranhas da minha casa
são minhas amigas
elas tecem sua teia
enquanto teço a minha.

O cavalo
Das crinas brancas
deslizam tulipas vermelhas
do açoite que levou nos olhos
corcel vago
corre toda a areia branca
e deixa teu rastro de jasmim
que os mastins estão a seguir lhe
a cada salto que teus pulmões lhe saltam
corre em pêlos as tulipas de um Fausto
corre em pêlos a poesia trágica
de um sátiro a tocar suas ancas
de um plágio a gozar um mantra
e  um cão a comer carne insana.


Do açoite que levou nos olhos
corre toda a praia branca
joga teu destino na roleta de um espinho
salva-te na bandeira de um hino
e proclama teu instinto
livra-te da cela e de toda indumentária séria
corre toda a areia branca
e deixa seu rastro de jasmim
pois esta é a única sombra que não tem fim...
1º Lugar no IX concurso de contos, crônicas e poesia, promovido pela Biblioteca Municipal “Antônio Branco” Santana da Parnaíba – SP.

Minha mãe
Minha mãe me perdoe
sou torto
no compasso da vida – não enquadro
sou loco
tenho à vista do alvoroço
que há tudo se espanta e inflama
sou pirá
tenho a sorte do errante
um perdido constante
sou passos
e não sou cadente
apenas um espasmo
ritmado ao meio
perdido por inteiro
vou de encontro ao fogo
e saiu queimado e não alado
um cão que morde o calo
no calor dos pólos – rompi meus poros
e fiz da vida lama cicatriz
nem às cinzas serão minhas
tenho à vida – loca pirá circular
que o tempo não há – de apagar...
1º Lugar no VIII concurso de contos, crônicas e poesia, promovido pela Biblioteca Municipal “Antônio Branco” Santana da Parnaíba – SP.


Ofertas:

Postagens mais visitadas deste blog

"Eu nunca o vi bêbado" - uma entrevista com o editor de Bukowski (RARIDADE)

John Martin foi o editor de Bukowski durante grande parte de sua carreira, e é por isso que você agora sabe quem é Buk e você o ama ou odeia. Foi o que ele nos contou sobre sua conta.





Bukowski e sua esposa Linda. Fotos via Getty Images

Seja qual for a sua opinião de Bukowski - que você acredita que um niilista talentoso que só pensou em beber e foder, a voz de uma geração, ou um pouco de ambos - é inegável que era uma figura fundamental na história literária de Los Angeles. Por esse motivo, quando faz alguns anos trabalhamos no número do programa (o tema de Hollywood), decidi entrar em contato com John Martin, o editor de Bukowski. No final, a entrevista não foi publicada e permaneceu no rascunho até alguns dias atrás, quando decidimos publicá-la.


Se existe uma pessoa viva que pode dizer que conheceu o verdadeiro Charles Bukowski, essa pessoa é Martin. Martin foi o editor de Bukowski durante grande parte de sua carreira, e é por isso que você agora sabe quem é Buk e você o ama ou odei…

Exclusive Stephen King Interview - Entrevista exclusiva de Stephen King

Stephen Edwin King (born September 21, 1947) is an American author of contemporary horror, suspense, science fiction and fantasy. His books have sold more than 350 million copies[2] and many of them have been adapted into feature films, television movies and comic books. King has published fifty novels, including seven under the pen name Richard Bachman, and five non-fiction books. He has written nearly two hundred short stories, most of which have been collected in nine collections of short fiction. Many of his stories are set in his home state of Maine. King has received Bram Stoker Awards, World Fantasy Awards, British Fantasy Society Awards, his novella The Way Station was a Nebula Award novelette nominee,[3] and his short story "The Man in the Black Suit" received the O. Henry Award. In 2003, the National Book Foundation awarded him the Medal for Distinguished Contribution to American Letters.[4] He has also received awards for his contribution to literature for his …

fundo transparente para criar imagem PNG

---------------------------------------------------------------- ------------------------------------------------------------------ passe o mause em cima da parte branca entre as duas linhas tracejadas , clique com o botão direito do mause  e copie o fundo transparente para criar imagem PNG
Criar e imprimir cartão de visita e flyer