Pular para o conteúdo principal

DICA DO DIA

duvidas de português - Oh ou ó

As duas palavras existem na língua portuguesa, estão corretas e são interjeições. Porém, seus significados são diferentes e devem ser usadas em situações diferentes, sendo pronunciadas com entoações diferentes. 

Interjeições são palavras e locuções invariáveis utilizadas para exprimir, de forma concisa, uma sensação, uma emoção, um apelo, um estado de espírito, uma ordem, … Ó é uma interjeição vocativa que indica chamamento ou invocação e oh é uma interjeição exclamativa que indica admiração, espanto, dor, alegria. 

A interjeição Ó é usada no discurso direto e forma o vocativo juntamente com o nome ou o adjetivo identificativo do nome que invoca. Embora sua utilização seja facultativa, quando utilizada, esta interjeição confere maior ênfase ao chamamento. Pode ser substituída por outras interjeições vocativas, como: ô e ei. 

Exemplos: 
Ó filha, venha rápido que a janta está pronta! 
Ó Gabriela, espere por mim! 
Ó Filipe, pare de fazer bagunça! 

A interjeição OH é utilizada isoladamente, sendo necessária uma pausa após sua utilização. Normalmente se utiliza um ponto de exclamação, mas também se pode usar vírgula ou reticências. Quando designa espanto ou admiração, pode ser substituída pelas interjeições: ah, céus, cruz, nossa, puxa, uai, vixe. Quando designa dor, pode ser substituída pelas interjeições: ai, que pena, ui. Quando designa alegria, pode ser substituída pelas interjeições: eh, oba, viva. 

Exemplos: 
Oh! Que tragédia! Como isto aconteceu? 
Oh, não se preocupe! Tudo se resolverá! 
Oh! Você está tão bonita!

Promoção de livros

743355678ae871043d48337fc70c9a8a--romances-auto

Ebook Amazon

É muito amor envolvido – Quando nasce um romance – LIVRO – Röhrig

Se preferir uma edição impressa clique no logo da Agbook 
 

Ofertas:

Postagens mais visitadas deste blog

5 Poemas para uma madrugada insone

--------------------------------------------------------------------

-------------------------------------------------------------



----------------------------------------------------------------------------


"Eu nunca o vi bêbado" - uma entrevista com o editor de Bukowski (RARIDADE)

John Martin foi o editor de Bukowski durante grande parte de sua carreira, e é por isso que você agora sabe quem é Buk e você o ama ou odeia. Foi o que ele nos contou sobre sua conta.





Bukowski e sua esposa Linda. Fotos via Getty Images

Seja qual for a sua opinião de Bukowski - que você acredita que um niilista talentoso que só pensou em beber e foder, a voz de uma geração, ou um pouco de ambos - é inegável que era uma figura fundamental na história literária de Los Angeles. Por esse motivo, quando faz alguns anos trabalhamos no número do programa (o tema de Hollywood), decidi entrar em contato com John Martin, o editor de Bukowski. No final, a entrevista não foi publicada e permaneceu no rascunho até alguns dias atrás, quando decidimos publicá-la.


Se existe uma pessoa viva que pode dizer que conheceu o verdadeiro Charles Bukowski, essa pessoa é Martin. Martin foi o editor de Bukowski durante grande parte de sua carreira, e é por isso que você agora sabe quem é Buk e você o ama ou odei…

5 livros e 5 poemas de Charles Bukowski

5 livros e 5 poemas de Charles Bukowski Para quem adora boa poesia e é fá do velho safado, não pode deixar de conhecer esses 5 livros que a editora L&PM publicou. Livro “Sobre o amor” poema “Resposta para certa espécie de critica” Livro “Sobre gatos” poema “meu gato, o escritor” Livro “As pessoas parecem flores finalmente” poema “o minuto” Livro “O amor é um cão dos diabos” poema “o lugar não parecia mau”
Livro “Queimando na água, afogando-se na chama” poema “risada literária”




Assista o vídeo e confira 





Curte Bukowski não deixe de ler essa matéria  
"Eu nunca o vi bêbado" - uma entrevista com o editor de Bukowski (RARIDADE)














Quer ver uma página legal sobre o Bukowski no Facebook, indicamos a  @charlesbukowskibrasil

Tags: Bukowski sobre o amor, bukowski Sobre gatos, bukowski As pessoas parecem flores finalmente, bukowski O amor é um cão dos diabos, Queimando na água, afogando-se na chama, livros bukowski, charles bukowski,
Criar e imprimir cartão de visita e flyer