Pular para o conteúdo principal

DICA DO DIA

A MULHER MAIS LINDA (Um conto machista e antifeminista) Primeira parte


Vovô Joseph estava fazendo 90 anos, para isso toda a família se reuniu. Todas as gerações estavam ali no pequeno clube. Todas as famílias reunidas, a do primeiro casamento, do segundo casamento, do terceiro casamento...Netos, bisnetos e agregados.
Em cima do pequeno palco uma enorme mesa de bolo, com um enorme bolo e várias bandejas de docinhos, todos os que o vovô Joseph adorava.
O velho ancião estava de pé apoiando-se com as duas mãos no púlpito e olhando para todas aquelas mesas na sua frente, com aquele monte de gente barulhenta e alegre, que não paravam de beber e comer os salgadinhos que ele estava pagando.
Sua atual esposa estava na primeira mesa, na primeira fila, a mesa mais próxima do púlpito.
Vovô Joseph começou a tremer como se fosse cair, dois de seus bisnetos subiram as pressas no palco e o apararam, um deles disse ao ouvido do vô:
- O senhor quer se sentar.
Ele se virou para o bisneto e disse:
- Não meu filho, eu estou bem. É apenas a emoção. Ele disse e sorriu.
Os dois jovens ficaram ao seu lado. As lágrimas corriam de seus olhos como duas cachoeiras. O outro bisneto retirou do bolso um lenço e alcançou.
O ancião secou os olhos e agradeceu. Ainda emocionado puxou o microfone para mais perto. Tossiu um pouco para limpar a garganta e começou o seu discurso de agradecimento.
- E pensar que a culpa de tudo isso é minha...
Já no início de seu discurso foi interrompido pelas risadas e gargalhadas dos espectadores. Enquanto alguns continuavam a rir achando que era uma piada outros pediam silencio.
- Vocês são a minha família, apesar de eu ter me casado algumas vezes, mas considero a todos como uma só família.
As ex-esposas que ainda estavam vivas e presentes na recepção trocaram olhares furiosos entre elas e entre elas e a atual.  Mas nada disso importava ao vovô.
- Já se passaram tantos anos e agora preciso ser honesto, muitas vezes fui pressionado a dizer qual de vocês era a melhor minhas queridas. Sempre me esquivei por saber que a verdade seria algo inútil e que serviria apenas para criar discórdia. Mas a melhor de todas foi a que não me casei....
Um sujeito na plateia que estava meio bêbado gritou:
- É isso aí vovô, o peixe maior é sempre aquele que escapa!
A plateia voltou a rir e gargalhar novamente, fazendo tanto barulho que abafaram o som do microfone. Um dos bisnetos que apoiava o vô, começou a bater palmas e pedir para que se acalmassem.
Depois que se acalmaram, Joseph continuou:
- Lembro como se fosse hoje, eu e meus amigos chegando naquele puteiro, o alvoroço das meninas nas janelas e o som de toda aquela agitação feminina. Descemos do carro e entramos no velho casarão. Já na recepção fomos atendidos por um sujeito estranho, mas legal. É legal que vocês dizem hoje né?
O sujeito bêbado voltou a gritar:
- Quem diria o vovô no puteiro!
Enquanto isso a atual esposa do vovô se virou para o filho que estava ao lado e disse: - Vai lá tirar esse velho senil do palco antes que nos ridicularize mais.
- Mas mãe ele está apenas contando uma história. O filho disse e permaneceu sentado.
Enquanto o público se divertia, como se assistissem a uma peça de comédia.
- Pode não ser legal, mas merda vocês entendem! Então calem a boca e deixem eu terminar de falar! Vovô disse aos berros, quase cuspindo a dentadura.
(Ficou curioso então não perca a próxima parte)
Röhrig C.



Ofertas:

Postagens mais visitadas deste blog

"Eu nunca o vi bêbado" - uma entrevista com o editor de Bukowski (RARIDADE)

John Martin foi o editor de Bukowski durante grande parte de sua carreira, e é por isso que você agora sabe quem é Buk e você o ama ou odeia. Foi o que ele nos contou sobre sua conta.





Bukowski e sua esposa Linda. Fotos via Getty Images

Seja qual for a sua opinião de Bukowski - que você acredita que um niilista talentoso que só pensou em beber e foder, a voz de uma geração, ou um pouco de ambos - é inegável que era uma figura fundamental na história literária de Los Angeles. Por esse motivo, quando faz alguns anos trabalhamos no número do programa (o tema de Hollywood), decidi entrar em contato com John Martin, o editor de Bukowski. No final, a entrevista não foi publicada e permaneceu no rascunho até alguns dias atrás, quando decidimos publicá-la.


Se existe uma pessoa viva que pode dizer que conheceu o verdadeiro Charles Bukowski, essa pessoa é Martin. Martin foi o editor de Bukowski durante grande parte de sua carreira, e é por isso que você agora sabe quem é Buk e você o ama ou odei…

Exclusive Stephen King Interview - Entrevista exclusiva de Stephen King

Stephen Edwin King (born September 21, 1947) is an American author of contemporary horror, suspense, science fiction and fantasy. His books have sold more than 350 million copies[2] and many of them have been adapted into feature films, television movies and comic books. King has published fifty novels, including seven under the pen name Richard Bachman, and five non-fiction books. He has written nearly two hundred short stories, most of which have been collected in nine collections of short fiction. Many of his stories are set in his home state of Maine. King has received Bram Stoker Awards, World Fantasy Awards, British Fantasy Society Awards, his novella The Way Station was a Nebula Award novelette nominee,[3] and his short story "The Man in the Black Suit" received the O. Henry Award. In 2003, the National Book Foundation awarded him the Medal for Distinguished Contribution to American Letters.[4] He has also received awards for his contribution to literature for his …

fundo transparente para criar imagem PNG

---------------------------------------------------------------- ------------------------------------------------------------------ passe o mause em cima da parte branca entre as duas linhas tracejadas , clique com o botão direito do mause  e copie o fundo transparente para criar imagem PNG
Criar e imprimir cartão de visita e flyer